Propaganda não é a alma do negócio, a publicidade que é!



A propaganda pode ser definida como ações de atividades ideológicas que tendem a influenciar o homem, com objetivo político, cívico ou religioso. É o ato de propagar idéias, princípios e teorias sem o fator comercial. Deriva do latim moderno propagare, e significa “para ser espalhado”, ou enterrar, mergulhar, plantar. 

http://4.bp.blogspot.com/-wCato7IhNrA/TZqcHAlvfNI/AAAAAAAANBk/Ch2ra6LoIJQ/s1600/igrejacatolica.jpgA terminologia Propaganda surge em 1622, quando o papa Gergório XV funda a Congregatio Propaganda Fide (Congregação para a Propagação da Fé), uma comissão de Cardeais que tinha como objetivo fundar seminários formadores de missionários que difundisse a religião católica, e supervisionar a propagação do Cristianismo pelo mundo. Ou seja, a propaganda é uma atividade voltada para promover o sistema ideológico, como doutrinas religiosas ou princípios políticos.

http://www.joaobem.biz/blog/wp-content/gallery/fotos-6/publicidade-de-mau-gosto.jpgJá a publicidade deriva de público (do latim publicus) e é conceituada como a arte de tornar público, divulgar um fato ou uma idéia, já com objetivos comerciais, uma vez que pode despertar o desejo da compra, levando-o à ação. É um conjunto de técnicas de ações coletivas com o propósito de tornar conhecido um produto, um serviço, uma marca, promovendo assim uma atividade comercial. É mais ampla que a propaganda e engloba todas as formas de comunicação, tornando-se uma técnica comercial de comunicação em massa.

http://blogs.estadao.com.br/reclames-do-estadao/files/2011/04/1913.2.1-moda-camisaria-alfaiate-londres2.jpgDe maneira bem simples, podemos entender que a publicidade nasceu quando “alguém disse a alguém que tinha alguma coisa a oferecer”, fosse um produto, fosse um serviço. O fato é que há vários registros identificando ações publicitárias no decorrer da história. Há relatos que contam sobre uma tabuleta na China, datada aproximadamente de 3 000 a.C, que indicava a casa de um alfaiate. (Martins, 2002)

Uma outra parada na viagem pela história e chegamos a Roma Antiga, onde as paredes das casas que ficavam de frente para as ruas de maior movimento eram disputadíssimas par anúncios. (Sampaio, 1999)
A civilização registra vários momentos em qe se usou esta técnica de comunicação para reforçar (antigos) ou criar (novos) hábitos de consumo.

Porém, a propaganda que conhecemos, começou a tomar forma mesmo com a igreja católica, com a criação de uma congregação religiosa para propagar a fé no mundo.

Após este período, a propaganda consegue um novo avanço considerável, no aspecto eficiência, somente depois da Primeira Guerra Mundial, quando o alemão Paul Joseph Goebbles desenvolve um produto de sucesso chamado Adolf Hitler.

Doutor em humanidades, Goebbles estudou o comportamento e, principalmente, a sociedade alemã da época, conhecendo assim as necessidades e ansiedades do povo, desenvolvendo técnicas de convencimento individuais e coletivas, que trabalhadas com ações psicológicas, tornou Hitler convincente.

Muito do que Goebbles criou foi melhorado, estudado e incorporado na comunicação, especialmente a comunicação em massa.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...