Facebook – Qual o valor de um fan? ZERO!


Num país cada vez mais obcecado pelas redes sociais e em que o número de fans parece ser o mais importante, torna-se necessário fazer a seguinte pergunta: qual o valor dum fan?

A realidade é que não existe uma resposta simples a esta pergunta complexa. De facto, será melhor se os profissionais de marketing que lidam com as redes sociais abordarem esta questão com a resposta ZERO até que a marca/empresa realmente faça algo que crie valor com os seus fans do Facebook.

Existem inúmeras razões para que a questão do valor dum fan do Facebook seja problemática, entre elas:
  • Como os fans são adquiridos têm importância: Um fan que “gosta” naturalmente duma marca tem muito mais valor potencial que um que é encorajado a clicar no botão “Gosto” em troca dum cupão ou duns trocos no Farmville. 

  • Causa e efeito: O que veio primeiro, a galinha ou o ovo? Os fans do Facebook compram mais os seus produtos/serviços, ou são as pessoas que compram mais os seus produtos/serviços que se tornam fans no Facebook? Se for a primeira, então o Facebook está a gerar novo valor, se for a segunda, então o Facebook apenas reflecte valor já existente.

Facebook – Qual o valor dum fan? ZERO!Um profissional de Marketing inteligente irá abordar a pergunta com a resposta ZERO. Não há nenhum valor intrínseco a um fan do Facebook. 

Enquanto isto pode parecer um sacrilégio para aqueles que privilegiam o número de fans sobre tudo o resto, pense no assunto desta forma: qual o valor dum subscritor da sua newsletter se a empresa nunca utiliza a base de dados de subscritores para nada? E qual o valor do mesmo subscritor se a empresa tem uma estratégia inteligente de email marketing?

É o que as empresas fazem com os fans que cria o valor, e não apenas a empresa ter muitos fans.

Isto porque muitas vezes o número de fans é apenas resultado de compra dos mesmos.

Comprar fans

Na web abundam programas de compra de fans (se tiver curiosidade escreva “buy Facebook fans” no Google) portanto é muito fácil fazer crescer o número de fans exponencialmente numa página e fazer acreditar que é duma forma orgânica, e isto quando a grande parte destes fãs nem sequer nunca mais irão visitar a página em questão. Receberam os seus trocos do Farmville e ficam-se por aí.

No fundo não vemos grande diferença entre o Black Hat SEO e o comprar fans desta forma, podendo-lhe até chamar de Black Hat Social Media. Enquanto no primeiro se faz batota para aumentar os rankings no Google, no segundo faz-se batota para aumentar o número de fans. A diferença talvez é que no primeiro caso corre-se o risco do website ser banido do Google para sempre, no segundo caso por enquanto não acontece nada, mas não deixa de ser batota na mesma.

Valor potencial e Valor realizado

Se considera preocupante pensar no valor dos seus fans do Facebook (que vieram de forma orgânica, fruto do seu trabalho) como tendo valor ZERO, então deverá considerar a diferença entre valor potencial e valor realizado.

No mundo da física há uma analogia interessante: se apanhar uma bola do chão e a levantar segurando-a, não há nenhuma energia cinética mas tem um potencial de energia. Deixe cair a bola e a energia potencial transforma-se em energia cinética. Os fans do Facebook são assim: todos são energia potencial, deixe cair a bola e a energia potencial transforma-se em energia cinética.

Mas como deixo cair a bola? Como crio valor nos meus fans do Facebook?

Antes de mais, deverá saber exactamente qual o(s) seu(s) objectivo(s) com a página do Facebook. Espanta-nos como tantas marcas e empresas criam uma página no Facebook sem saberem exactamente o que querem atingir com a mesma, estando lá apenas “porque têm que estar” ou “porque o vizinho está”. Se não sabe o que quer atingir com a página e qual o retorno que espera, nunca vai poder medir o sucesso e o valor dos seus fans. Afinal no Marketing tradicional não coloca um anúncio na TV ou um outdoor na rua sem objectivos de marketing claramente definidos, certo? Aqui é igual.

Estes objectivos podem ir desde aumentar as visitas ao site, aumentar a % de vendas (ou bookings), aumentar o número de leads, aumentar o número de subscritores da newsletter, fazer os fans aderirem a uma promoção, etc, etc.

De forma a levar os seus fans a tomarem as acções que pretende e a criar interacção, tem de saber quem eles são, o que gostam e como devem ser abordados. E isto faz-se “ouvindo-os” e criando relações com os mesmos. Muitas empresas adoptam um “tom” corporativo no Facebook e depois admiram-se quando não têm interação. 

Não se esqueça de que as pessoas vão para o Facebook com a intenção de se divertirem e partilharem com amigos, não com a intenção de comprar um shampôo ou subscrever uma newsletter. Portanto, a forma como comunica tem de ser completamente diferente do envio dum email marketing ou duma brochura.

Tem de criar valor para o seu fan, oferecer-lhe algo, antes deste criar valor para si

Mais uma vez, o conteúdo é chave para se criar valor. Não se limite a comunicar uma promoção, seja original, utilize humor de alguma forma, um video engraçado, uma imagem, algo que tire as pessoas da sua zona de conforto.

E não se esqueça de que as redes sociais são sempre uma estrada de dois sentidos. Crie valor para ter valor de volta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...